Expressões Revolucionárias Recentes mobilizações populares no Egito e Oriente Médio


O Atelier Subterrânea, em parceria com a Matilha Cultural, traz para Porto Alegre a mostra Expressões Revolucionárias, que tem como objetivo lançar o debate sobre as recentes mobilizações populares no Egito e Oriente Médio.

A temática do Oriente Médio e do Norte da África está relacionada à discussão sobre o "poder de mudança" que o povo tem e a dignidade de fazê-lo por meios pacifistas e em prol dos direitos humanos e dos cidadãos - colocando questões religiosas, étnicas e de classe em segundo plano. É um choque moral, enfim, que revelou uma ditadura sincronizada com interesses internacionais de países que também se apropriam das palavras "democracia" e "liberdade" para atuar de forma gananciosa e opressora.

O fato de propormos o relacionamento com as manifestações de arte e ativismo dessa região, além de ser necessário para um centro cultural independente que imaginamos para os dias de hoje, acabou demandado uma formato próprio de exposição para valorizar o "processo" e a relação entre iniciativas culturais. É um processo de geração de conteúdo, confiança, construção de rede de contatos e troca entre culturas em um dos momentos mais transformadores de uma sociedade que, no caso do Egito, representa também uma das civilizações mais antigas do mundo. A mostra Expressões Revolucionárias, portanto, resulta no compartilhamento de toda essa experiência.

O material que será exposto a partir do dia 21 de Junho, na Subterrânea, é um recorte da documentação fotográfica que já foi apresentada no espaço expositivo da Matilha Cultural, em São Paulo. O conjunto de imagens apresentadas em Porto Alegre foi enviado do Egito e da Tunísia pelos artistas Wassim Ghozlani, Sameh Arfaoui, Amine Landoulsi, Hamideddine Bouali, Omair Barkatulla, Amr Abdallah, Thomas Hartwell, entre outros, e são um importante documento da história que está sendo construída hoje. Além da documentação fotográfica, também será apresentada uma série de vídeos do artista Aalam Wassef conhecido como Ahmad Sherif.

Está previsto para o dia 02 de Julho (sábado), a partir das 16 horas, uma conversa com Maged El Gebaly (Egito) e Demétrio Portugal (Matilha Cultural – SP). Maged El Gebaly trabalhou no jornal "Al Karama" com Dr. Abdel Halim Qandil, foi coordenador do Movimento Egípcio pela Mudança Democrática (Kefaya) e também integrante do serviço árabe da agência EFE como analista de assuntos latinoamericanos para jornais árabes. Além disso, é Professor de estudos latinoamericanos na Universidade 06 de Outubro. Militante voluntário na Campanha Pro-El Baradei, esteve no Egito entre o dia 25 de janeiro e 06 de março, participando das manifestações e de diversas atividades políticas.

Expressões Revolucionárias | Atelier Subterrânea

Exposição: 21 de junho (terça) a 02 de Julho de 2011
Visitação: de segunda a sexta | das 14h às 18h
Evento de encerramento: Conversa com Maged El Gebaly (Egito) e Demétrio Portugal (Matilha Cultural – SP) no dia 02 de Julho (sábado) | 16h | Entrada franca
No Atelier Subterrânea | Av. Independência, 745/Subsolo


Peter Pumpler Residência artística Subterrânea e Goethe-Institut


Peter Pumpler trabalha predominantemente com acrílico sobre tela. As propriedades elementares da tinta como material, são o ponto de partida de sua criação artística. Suas obras revelam a capacidade que a tinta tem de escorrer, misturar, secar e quebrar. Pumpler abre mão de ferramentas tradicionais, como o pincel, utilizando a própria tinta como material escultórico. Sua formação na Academia de Artes de Karlsruhe, Alemanha, foi orientada, entre outros, por Peter Ackermann, Ernst Caramelle, Karin Sander e Gustav Kluge. Estudou um ano como aluno visitante com John Armler na Escola Superior de Artes de Braunschweig. Além de exposições individuais na Alemanha e Suíça, fazem parte do currículo do artista.diversos prêmios do mundo das artes, assim como participação em exposições coletivas na Alemanha, Suíça, Islândia, Nova York e Áustria.

Leia a nota do Atelier Subterrânea sobre a parceria com o Goethe-Institut Porto Alegre no Programa Artist in Residence.

Exposição 19 de maio a 14 de junho
Abertura: 19 de maio | 19h
Visitação: de segunda a sexta | das 14h às 18h

Encontro com o Artista
21 de maio | 16h | Entrada franca
Em inglês, com tradução consecutiva
No Atelier Subterrânea | Av. Independência, 745

Expiração 02 Videoinstalação de Pablo Lobato


O CineEsquemaNovo 2011 – Festival de Cinema de Porto Alegre (CEN), para além das mostras competitivas de longas, médias e curtas-metragens, bem com do Panorama Internacional de Festivais, contará também com atividades que propõem uma relação direta de sua programação com outras propostas expositivas. Uma delas será a videoinstalação "Expiração 02", do artista mineiro Pablo Lobato, que ficará aberta à visitação no Atelier Subterrânea, durante o festival.

A exposição consiste em uma videoinstalação composta por monitores ligados à máquina Expiração, que roda ininterruptamente vídeos produzidos a partir de imagens de arquivo nunca utilizadas antes e que também nunca foram reproduzidas – ou seja, imagens das quais não existem cópias. São restos de filmes, arquivos de viagens, de família ou amigos coletados ao longo de doze anos de trabalho com audiovisual, tudo do acervo pessoal do artista.

Quando acionadas, no dia da abertura da exposição, as máquinas determinarão aleatoriamente o tempo de existência de cada vídeo por meio de um software desenvolvido especialmente para o projeto. Deste modo, depois de determinado tempo, as imagens vistas naquele momento único deixarão de existir.

Pablo Lobato esclarece que a intenção não é simplesmente apagar as imagens, "mas sim dar um novo estado a elas". O objetivo "é gerar um corpo a corpo do público com as imagens, que depois de extintas passam a existir apenas na memória das pessoas". Segundo o artista, movido pela inversão da lógica que atualmente guia as práticas industriais de produção, armazenamento e circulação de imagens, o projeto Expiração cria a possibilidade de estarmos diante de imagens e sons gravados que deixarão de existir, na contramão do excesso.

Ao mesmo tempo em que se guarda tudo, muitas das imagens hoje armazenadas permanecem inutilizadas: as pessoas as deixam em "algum lugar", mesmo quando são imagens que as tocam ou interessam. "Desgravar não para apagar, mas para liberar gravidades. O que interessa é a inspiração, ou antes, o sopro. Expiração é furtar. Aspiro a um mínimo de vida em estado bruto", diz Pablo no catálogo de Expiração 01.

"Expiração 02" terá em sua abertura uma performance de Pablo Lobato que consistirá no acionamento das máquinas que determinarão a duração de cada vídeo (a informação estará disponível ao público). A exposição poderá ser visitada no Atelier Subterrânea durante a programação do festival CineEsquemaNovo.

Abertura: 23 de abril | 19h
Exposição estará aberta do dia 23 ao 30 de abril, das 14h às 20h.

Mais informações pelo email: contato@subterranea.art.br

Instâncias do Desenho Exposição coletiva do atelier subterrânea


A exposição Instâncias do Desenho, apresenta trabalhos de Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto. Os seis artista são integrantes do Atelier Subterrânea, espaço híbrido de ateliê coletivo + espaço expositivo, em que são realizados eventos multidisciplinares que mesclam exposições, oficinas, palestras, lançamento de livros, performances musicais e mostras de vídeo. Embora o Atelier Subterrânea não seja um coletivo de artistas que atua exclusivamente por um ideal de arte comum, há um interesse em direção ao desenho, que é apresentado em diferentes momentos: enquanto pensamento, linguagem e ação.

O conjunto das obras de Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto, ao lançar seus projéteis, apresenta o desenho como um campo multidisciplinar e experimental, perpassado pela pintura, pela fotografia, pelo vídeo, pela performance, pela escultura e pela música. O aspecto performático do desenho é explorado de forma bastante diversa por Guilherme Dable e Gabriel Netto. James Zortéa, por sua vez, pesquisa as intersecções entre vídeo e desenho. Túlio Pinto utiliza-se do desenho para construir estruturas gráficas em suas esculturas. Lilian Maus e Adauany Zimovski exploram os estados temporários do desenho, capturando imagens do cotidiano para então transfigurá-las em suas obras.

» Veja imagens no Flickr Subterrânea!

O que - Instâncias do Desenho – exposição com trabalhos dos artistas da subterrânea: Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto;
Onde - Galeria Augusto Meyer da Casa de Cultura Mário Quintana, 3º andar
Quando – Abertura dia 31 de março (quinta-feira) | Visitação de 01 de abril até dia 24 de abril de 2011

Pequenos Formatos 2011 Exposição Coletiva


O Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo- Porto Alegre) abre o ano de 2011 com a 5º edição da Mostra Coletiva Pequenos Formatos, a ser inaugurada no dia 17 de março, quinta-feira, às 19h. O evento comemora as conquistas ao longo de cinco anos, mas também anuncia mudanças: o fim da realização de sorteios de obras de arte durante a abertura das exposições (números a R$10,00).

Este ano integram a mostra 44 artistas de diferentes gerações e atuantes em diversas regiões do Brasil e do Uruguai.

De Porto Alegre participam Alexandre Antunes, Anderson Astor, Bruno Borne, Carla Borba, Carlos Pasquetti, Elida Tessler, Eduardo Montelli, Ernani Chaves, Luciano Montanha, Felix Bressan, Juliano Ventura, Mariana Xavier, Monty Pellizzari, Nara Amélia, Rafael Pagatini, Raquel Alberti , Romy Pocztaruk e Tomas Barth; de Pelotas, Adriane Hernandez e Ricardo Mello; de Santa Maria, Nara Amélia; de São Paulo, Carla Chaim, Cleiri Cardoso, Eduardo Kickhöfel, Júnior Suci, Marcelo Moscheta, Manoel Veiga, Ivan Grilo e Wagner Malta Tavares; do Rio de Janeiro, Carlito Carvalhosa, Carlos Vergara, Carolina Veiga, Jorge Soledar, Julio Castro e Luiz Ernesto; de Recife, Marcelo Silveira; de Goiania, Marcelo Solá; de Belo Horizonte (Desvio), Janaína Mello e Gambiologia; de Montevidéu/Uruguai (Galeria Marte), Ernestina Pereyra, Federico Arnaud, Francisca Maya, Gustavo Tabares, Mercedes Bustelo e Paola Monzillo.

Ao longo das cinco edições, 125 artistas doaram obras para sorteios, buscando estimular o colecionismo na cidade, sendo que o público teve uma ampla possibilidade de dar início a sua coleção particular de arte.

Na conversa com os artistas, a ser realizada no dia 19 de março, sábado, às 16h, será posto em discussão o colecionismo, a partir da avaliação da prática dos sorteios no Atelier Subterrânea. Este debate está presente também no texto de apresentação da mostra, realizado por George Kornis, um dos maiores colecionadores de obras de arte em papel do Brasil.

» Veja imagens no Flickr Subterrânea!

Confira a apreciação crítica de George Kornis sobre a exposição coletiva Pequenos Formatos (2011)
Download do Arquivo em PDF

O que: Exposição Pequenos Formatos 2011
Abertura: 17 de março, quinta-feira, 19h (entrada gratuita)
Sorteio de 44 obras doadas na abertura, às 22h, números a R$10,00
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 18h
Conversa com artistas: 19 de março, sábado, às 16h, no Atelier Subterrânea.
Encerramento: 22 de abril de 2011.

Transpasses Exposição de Giancarlo Lorenci e Rodrigo John


A exposição "Transpasses", organizada por James Zortéa, será inaugurada dia 28 de outubro, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo).
A mostra, que reúne trabalhos dos artistas Giancarlo Lorenci e Rodrigo John, marca o encerramento do Programa de Exposições de 2010/2, contemplado pelo Prêmio Conexão, uma parceria entre Funarte/MinC, com patrocínio da Petrobrás.
No evento, os artistas abrem seus arquivos pessoais e discutem a natureza de suas coleções ao exibir imagens, objetos e sons que, como ilhas de edição, transpassam a arquitetura do espaço, deslocando-se da vitrine até o interior do atelier.

Na instalação "The Dark Side of Sub", de Giancarlo Lorenci, as sobreposições de suas coleções de som e imagem geram ruídos que transformam a vitrine subterrânea, a partir da experiência multimídia que agrega, no mesmo espaço, adesivos vinílicos, acrílicos, serigrafias, sons e projetores de luz para esta ambientação.

Rodrigo John, por sua vez, recria o ambiente do apartamento onde vive no interior do atelier subterrânea e convida o visitante a colocar-se à espreita da janela, avistando o filme "Mirante", que exibe imagens de seu arquivo pessoal, em que por quatro anos o artista fotografou, com intervalos regulares, cenas avistadas do seu apartamento.

No dia 1º de novembro, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), será realizada a conversa com os artistas, que comentam o seu processo de criação. O evento conta com participação especial de Lucas Bambozzi e mediação de James Zortéa.

» Veja imagens no Flickr Subterrânea!

O que: Exposição Transpasses, de Giancarlo Lorenci e Rodrigo John
Quando:28 de outubro, quinta-feira, às 19h
Onde: Atelier Subterrânea Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Encerramento: 27 de novembro de 2010.


Eventos Associados: Conversa com os artistas Giancarlo Lorenci e Rodrigo John
(participação especial de Lucas Bambozzi, mediação de James Zortéa)
Quando: 1º de novembro, segunda-feira, às 19h.
Onde: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo)


Oficina de animação stop motion para crianças do UCA – Um computador por aluno
Quando: 11 e 18 de novembro, das 9h às 11h.
Onde: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo)

Lançamento do livro "Atelier Subterrânea" Ação Coletiva dos Integrantes do Ateliê


O que: Lançamento do livro "Atelier Subterrânea"
Abertura: sábado, 4 de setembro, às 19h - DJs Giancarlo Lorenci e Leo Felipe (entrada franca)
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)

Evento associado: Exposição "Pequenos Formatos 2010"
Quando: de 12 de agosto a 4 de setembro
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)

Informações: contato@subterranea.art.br

No dia 4 de setembro, sábado, às 19h, marcando o encerramento da quarta edição da mostra Pequenos Formatos (apoiada pela Funarte/MinC e Petrobrás), será lançado o livro bilíngue Atelier Subterrânea, financiado pelo FUMPROARTE (Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre), em evento que comemora os quatro anos do atelier no 745/Subsolo da Av. Independência.

Desde o início do atelier, os principais apoiadores dessa iniciativa independente foram os próprios artistas e críticos que dela participaram, seja ministrando cursos, realizando exposições ou palestras. A ampliação do público, ao longo desses quatro anos, também tem sido fundamental para a continuidade das atividades. Essa história é apresentada no livro a partir de extensa documentação fotográfica, do texto crítico e da entrevista do historiador e crítico de arte Alexandre Santos e de trabalhos concebidos especificamente para esta publicação, pelos artistas convidados Cildo Meireles, Edith Derdyk, Fábio Zimbres, Flávio Gonçalves, Gerson Reichert, Lia Menna Barreto e Rodrigo Lourenço, e também pelos integrantes da Subterrânea (Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus, Túlio Pinto).

A celebração conta com a participação dos Djs Giancarlo Lorenci e Leo Felipe e poderá ser acompanhada de outros lugares através da transmissão direta de vídeo realizada no Twitter do Atelier Subterrânea (twitter.com/subterranea745).

Confira o processo de construção do livro no Flickr da Subterrânea.

Arparadores Exposição Individual de BonGiovanni


A exposição Arparadores, de BonGiovanni, organizada por Túlio Pinto, contemplada pelo Programa Nacional Conexão do Minc/Funarte, com patrocínio da Petrobrás, abrirá na quinta-feira, dia 16 de setembro, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo). Na mostra, o artista apresenta um conjunto de trabalhos composto por uma instalação, desenhos/projetos e caixas/maquetes. Esse conjunto de arquivos e trabalhos, dispostos em conjunto, propõem uma relação entre a ideia contida no plano e a sua estruturação no espaço. O interesse do artista está em reconfigurar o espaço por meio de fitas adesivas. Delicadas em matéria e firmes em sua interferência articuladora, as faixas contornam o vazio e dissolvem-se no próprio ambiente, delimitando uma área e ampliando a percepção do seu entorno.


O que: Exposição individual Arparadores, de BonGiovanni
Quando:16 de setembro, quinta-feira, às 19h
Onde: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Encerramento: 16 de outubro de 2010


No dia 25 de setembro, sábado, às 16h, o público está convidado a participar de um bate-papo com o artista e a crítica de arte Mônica Zielinsky, na sala Multiuso do Santander Cultural, parceiro do Atelier Subterrânea.

Leia a apreciação crítica de Mônica Zielinsky "Entre espaços tramados, um lugar". Evento Associado: Conversa com artista e mediação de Mônica Zielinsky
Quando: 25 de setembro, sábado, às 16h.
Onde: Sala Multiuso – Santander Cultural
Informações: scultura@santander.com.br (inscrições gratuitas)

» Veja mais imagens no Flickr da Subterrânea.

Pequenos Formatos 2010 Exposição Coletiva


No dia 12 de agosto, quinta-feira, às 19h, será inaugurada, no 745/Subsolo da Av. Independência, a quarta edição da mostra Pequenos Formatos 2010. O evento integra o Programa de Exposições 2010/2 do Atelier Subterrânea, contemplado pelo Prêmio Conexão – Funarte/MinC, com patrocínio da Petrobrás. Na exposição estão reunidos trabalhos de Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus, Túlio Pinto, integrantes da Subterrânea; dos artistas convidados Arthur Chaves, Cadu e Marcelo Amorim, além de Cildo Meireles, Edith Derdyk, Fábio Zimbres, Flávio Gonçalves, Lia Menna Barreto e Rodrigo Lourenço, que apresentam obras concebidas especificamente para o livro "Atelier Subterrânea", a ser lançado no dia 4 de setembro, sábado, às 19h, quando se encerra a mostra. O livro bilíngue, financiado pelo FUMPROARTE (Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre) documenta as atividades realizadas pela Subterrânea e conta com texto crítico de Alexandre Santos.

O que: Exposição Pequenos Formatos 2010 – Adauany Zimovski, Arthur Chaves, Cadu, Cildo Meireles, Edith Derdyk, Fábio Zimbres, Flávio Gonçalves, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lia Menna Barreto, Lilian Maus, Marcelo Amorim, Rodrigo Lourenço e Túlio Pinto.

Abertura: quinta-feira, 12 de agosto, às 19h - DJ residente Giancarlo Lorenci (entrada franca)
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 18h

Lançamento do livro "Atelier Subterrânea" e encerramento da exposição: 4 de setembro de 2010, abertura às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre).

Informações e agendamento de visitas pelo email contato@subterranea.art.br

» Veja mais imagens no Flickr da Subterrânea.

Evento associado: O que: Palestra "Atelier Subterrânea: experiências cruzadas", com presença dos artistas Adauany Zimovski, Edith Derdyk, Guilherme Dable, James Zortéa, Lia Menna Barreto, Lilian Maus, Rodrigo Lourenço e Túlio Pinto.
Quando: 14 de agosto, sábado, às 16h
Local: Sala Multiuso Santander Cultural – Porto Alegre
Informações: scultura@santander.com.br (inscrições gratuitas)

Desde o início da atelier, os principais apoiadores dessa iniciativa independente foram os próprios artistas e críticos que dela participaram, seja ministrando cursos, realizando exposições ou palestras e também o público participante. Essas experiências, registradas no livro e celebradas na mostra Pequenos Formatos, serão expostas a público na palestra "Atelier Subterrânea: experiências cruzadas", realizada, no dia 14 de agosto, sábado, às 16h, na sala Multiuso do Santander Cultural, evento que consolida essa parceria institucional. A palestra contará com a presença dos artistas da Subterrânea e dos convidados Edith Derdyk, Lia Menna Barreto e Rodrigo Lourenço, a mediação será do crítico de arte Alexandre Santos. Todos os eventos têm entrada franca.

traveling : atelier Exposição Individual de Hélio Fervenza


O que: Exposição traveling: atelier – Individual de Hélio Fervenza
Abertura: quinta-feira, 8 de julho, às 19h (entrada franca)
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 18h
Encerramento: 31 de julho de 2010
Informações e agendamento de visitas pelo email contato@subterranea.art.br


A exposição “traveling : atelier”, de Hélio Fervenza, organizada por Lilian Maus, contemplada pelo Programa Nacional Conexão do Minc/Funarte, com patrocínio da Petrobras, abrirá na quinta-feira, dia 8 de julho, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo).
Na mostra, o artista apresenta uma instalação composta por objetos que pontuam graficamente o espaço e que, com um humor sóbrio, remetem ao transporte público. Sinalizações, espelhos e uma coleção de rodinhas propõem um movimento real e virtual pelo espaço de exposição, que também é ateliê de seis artistas, e convidam o público a refletir sobre a mobilidade do ateliê e da produção atual de imagens.

» Mais informações

Diálogo de Pintura Exposição de Alvaro Seixas e Rafael Alonso


A exposição Alvaro Seixas/Rafael Alonso: Diálogo de Pintura, organizada por Gabriel Netto, abrirá nesta quinta-feira, dia 27 de maio, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo). Na mostra, os pensamentos pictóricos dos artistas cariocas rompem os limites da tela e se expandem. O diálogo estabelecido na exposição demonstra uma profusão de possibilidades geradas pelo interesse mútuo pela pintura, pelo gráfico, pelo objeto e pela ocupação do espaço, que se estendem da pintura gestual à apropriação e à elaboração de objetos. Assuntos e meios se transpõem e se misturam, construindo e desconstruindo a ideia da pintura como janela e mantendo-a em constante transformação.

Serviço:

O que: Exposição Alvaro Seixas/Rafael Alonso: Diálogo de Pintura
Abertura: quinta-feira, 27 de maio, às 19h (entrada franca)
Sorteio de obras doadas no dia da abertura a partir das 21h, números à venda no local
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre)
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 18h
Encerramento: 26 de junho de 2010

Evento associado: Seminário Diálogos: do ateliê à crítica de arte, com a presença dos artistas palestrantes Álvaro Seixas, Rafael Alonso e do crítico de arte Fernando Cocchiarale
Quando: 29 de maio, sábado, às 16h
Local: Hall de entrada do Santander Cultural – Porto Alegre
» Mais informações

Pessoal: Líneas y Camadas Melina Berkenwald (Argentina), Gerardo Pulido (Chile), Tomás Rivas (Chile) e Rommulo Conceição (Brasil)


A exposição "Pessoal: Líneas y Camadas” será inaugurada no dia 22/04, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre). A mostra reúne quatro artistas que trabalham com o desenho a partir de diferentes ideias e processos: Melina Berkenwald (Argentina), Gerardo Pulido (Chile), Tomás Rivas (Chile) e Rommulo Conceição (Brasil).

Os quatro artistas se conheceram em 2008, durante suas residências no RIAA (Residência Internacional de Artistas en Argentina), e, a partir desse encontro e das trocas de experiências, realizaram a primeira edição da exposição itinerante na Galeria Zavaleta Lab, em Buenos Aires, em 2009. A ideia é fazer com que a exposição passe pelos países de origem dos artistas que a compõem.

Exposição "Pessoal: Líneas y Camadas"
Abertura: quinta-feira, 22 de abril de 2010, às 19h
Sorteio de obras doadas no dia da abertura a partir das 21h, números à venda no local Visitação: segunda a sábado, das 14h às 18h
Conversa com os artistas: 24 de abril, sábado, às 16h
Encerramento: 22 de maio de 2010.
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo - Porto Alegre)

Balanço Geral Exposição individual Raul Mourão


A abertura deste ano ficará a cargo de Raul Mourão (RJ). A exposição individual Balanço Geral será inaugurada dia 25 de março, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre). É a primeira vez que o artista mostra a série de quatro esculturas em aço, cada uma pesando cerca de 60 quilos e trazendo um fator inédito no trabalho do artista: o movimento. Cada obra tem um tempo específico de movimento e foi batizada de acordo com essa duração. Em comum, todas convidam o público a uma interação direta sobre o objeto.

EXPOSIÇÃO INDIVIDUAL BALANÇO GERAL – Raul Mourão
Abertura: 25 de março de 2010, quinta-feira, às 19h (entrada franca)
Sorteio das obras doadas na abertura (números a R$5)
Conversa com artista: 27 de março, sábado, às 16h (mediação de Felipe Scovino)
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo - Porto Alegre)
Encerramento: 17 de abril de 2010
» Mais informações

Você está aqui Mostra Individual do artista visual Shima

De 03 a 10 de dezembro de 2009, o Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo) recebe o artista paulistano Shima. Esta é a primeira vez que o artista expõe em Porto Alegre. Seis performances, quatro vídeos, uma instalação e uma oficina compõem a mostra que durará 7 dias.

Você está aqui”, Mostra Individual de Shima, com performance e vídeos
Abertura: 3 de dezembro, quinta-feira, às 19h
Performance “Traveller”, de 3 horas de duração, com início às 17h
Sorteio de obra doada na abertura, às 21h30min
Visitação: de 4 a 10 de dezembro
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, n° 745/Subsolo - Porto Alegre/RS)

» Mais informações

Ateliê Subterrânea 2009 Exposição dos artistas do ateliê Subterrânea

A exposição “Ateliê Subterrânea 2009” inaugurada no sábado, 7 de novembro, às 19h, no subsolo, nº 745, da Av. Independência, em Porto Alegre, apresentou os integrantes do Atelier Subterrânea, composto pelos artistas Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto, exibindo suas produções recentes. Embora o Atelier Subterrânea não seja um coletivo de artistas que atua exclusivamente por um ideal de arte comum, há um interesse em direção ao desenho, que pode ser vislumbrado na pluralidade poética das obras expostas. O aspecto performático do desenho é explorado de forma bastante diversa por Guilherme Dable e Gabriel Netto. James Zortéa, por sua vez, pesquisa as intersecções entre vídeo e desenho. Túlio Pinto utiliza-se do desenho para construir suas esculturas. Lilian Maus e Adauany Zimovski exploram os estados temporários do desenho, capturando imagens do cotidiano para então transfigurá-las em suas obras. Durante a abertura da mostra, a partir das 21h30min, haverá sorteio das obras doadas pelos artistas (números a R$ 5).

Exposição coletiva “Ateliê Subterrânea 2009

Abertura: 7 de novembro, sábado, às 19h (entrada franca)
Sorteio das obras doadas na abertura (números a R$5)
Conversa com artistas: 21 d novembro, sábado, às 16h (mediação de Alexandre Santos)
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo - Porto Alegre)
Encerramento: 28 de novembro de 2009
Visitação de segunda a sábado, das 14h às 19h
Agendamento de visitas: contato@subterranea.art.br

El Tiempo Contaminado Mostra coletiva Chile/Brasil

A exposição "O Tempo contaminado/El Tiempo Contaminado" será inaugurada dia 17/09, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo - Porto Alegre). A mostra reúne, sob a curadoria conjunta de Dione Veiga Vieira (Brasil) e de Sergio González Valenzuela (Chile), obras em fotografia dos artistas brasileiros Fabio Del Re, Lenir de Miranda, Richard John, e das artistas chilenas Antonia Cafati, Antonia Cruz, Macarena Fernández e María Jesús Olivos. O recorte curatorial traz um olhar atual sobre os usos da fotografia nos processos artísticos contemporâneos no Brasil e no Chile, propondo um debate sobre o estatuto da imagem, em que os eixos centrais são o corpo e sua temporalidade.
Na noite de abertura, às 21h30min, haverá ainda um sorteio das obras doadas pelos artistas. Os números estarão à venda no local a R$ 5.

O que: Exposição "O Tempo Contaminado/El Tiempo Contaminado"
Abertura: quinta-feira, 17 de setembro, às 19h

» Mais informações

Subterrânea em Pelotas Exposição coletiva dos artistas do atelier

A exposição “Atelier Subterrânea em Pelotas”, que abre dia 3 de setembro, quinta-feira, às 19h, reúne na Galeria de Arte do Instituto de Arte e Design da UFPEL, em Pelotas, a produção artística de Adauany Zimovski, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus e Túlio Pinto, integrantes do Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre). Na mostra, os artistas expõem desenho, fotografia, escultura e vídeo. No dia da abertura haverá ainda uma conversa com os artistas, realizada às 17h.

Matéria no Jornal Diário Popular, de Pelotas.

Abertura: quinta-feira, 3 de setembro, às 19h
Conversa com artistas dia 3 de setembro, às 17h
Local: Galeria de Arte do IAD (R. Alberto Rosa, 62, Pelotas/RS)

Visitação: de segunda a sexta, das 9h às 11h30 e das 14h30min às 17h30min
Encerramento: 30 de setembro de 2009
Informações e visitas pelo email: galeriadearteiad@gmail.com

Inimigos Mostra do artista Gil Vicente

No dia 6 de agosto, quinta-feira, às 19h, o Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo) abrirá a exposição individual Inimigos, do artista Gil Vicente (Recife/PE). A mostra exibirá a série de mesmo nome, realizada entre os anos 2005 e 2006, composta por nove desenhos de auto-retratos em grande formato (2m x 1,5m cada), feitos em carvão sobre papel. O artista evidencia uma dimensão política do gênero consagrado do auto-retrato ao representar-se em reação enérgica contra nove representantes de instâncias do poder político-social e religioso. Nessa reação, segundo a curadora Valquíria Farias, “uma figura, a vítima, empunha agressivamente uma arma contra o seu opressor, a outra figura. O realismo cruel de cada cena entre esses dois personagens é indicativo do destino fatal que um terá.”
Na mostra o público é convidado a testemunhar essas narrativas tensas geradas pelos traços vigorosos de Gil Vicente, ao portar apenas carvão em punho. Na abertura serão sorteados dois trabalhos doado pelo artista, a partir das 21h30min (Rifas a R$ 5,00).

Exposição Individual Inimigos – Gil Vicente
Abertura: 6 de agosto, quinta-feira, às 19h (entrada franca)
Workshop com o artista Gil Vicente (12h): dias 8, 9, 10 e 11 de agosto.
Conversa com artista: 8 de agosto, sábado, às 15h (entrada franca)
Encerramento: 5 de setembro de 2009
Visitação de segunda a sábado, das 14h às 19h
Agendamento de visitas: contato@subterranea.art.br
Conversa com artista:
Dia 08 de agosto, sábado, pontualmente às 15h, será realizada uma conversa aberta ao público com o artista Gil Vicente.

Informações: contato@subterranea.art.br

Confira outras informações.

Paisagens Improváveis Amélia Brandelli e Evandro Machado

A exposição "Paisagens Improváveis", que abre dia 18 de junho, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745, Subsolo), reúne obras dos artistas Amélia Brandelli e Evandro Machado. Na abertura haverá sorteio das obras doadas pelos artistas. Os números estarão à venda no local por 5 reais, a partir das 19h. Na mostra, através de procedimentos da pintura, os artistas discutem os limites do plano de representação.

As pinturas-objeto de Amélia Brandelli apresentam-se despidas de bastidor, limitadas apenas pelo corte das peças justapostas. As suas interferências sobre as superfícies táteis são sutis e, ao associá-las a outros elementos, a artista transpõe o plano e gera equivalências figuradas com a paisagem.
Evandro Machado, por sua vez, recria com pincel e tinta as perspectivas inusitadas, inicialmente captadas pela câmera fotográfica, gerando contrapontos entre a exatidão dos elementos construtivos da pintura e a narrativa incidental do vídeo de animação exibido, gerado a partir dos resíduos de tinta de suas telas. Nesse diálogo pictórico, vão sendo construídas paisagens improváveis.

A conversa com os artistas ocorrerá no dia 20 de junho, sábado, às 17h, mediação de Richard John.

Abertura: quinta-feira, 18 de junho, às 19h
Sorteio de obras doadas na abertura, às 21h30min, números a R$5,00
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745, Subsolo)
Conversa com artistas (mediação de Richard John): sábado, 20 de junho, às 17h
Encerramento: 18 de julho de 2009
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 19h

PF 2009 Mostra Passada

Na terceira edição da mostra coletiva Pequenos Formatos, o Atelier Subterrânea reúne os trabalhos de 23 artistas atuantes no Rio Grande do Sul e em outros estados.
A mostra, que abre dia 7 de maio, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), contará com a presença de artistas jovens e consagrados. Beto Roma, Bruno Teixeira, Clarice Pereira, Denise Gadelha, Diego Amaral, Dione Veiga Vieira, Fernando Lindote, Gerson Derivi Marques, Helena de Nadal, Hélio Fervenza, Lilian Maus, Lucia Laguna, Luiza Baldan, Marcos Chaves, Mário Fontanive, Mauro Fuke, Nuno Ramos, Raul Krebs, Rodrigo Pecci, Rommulo Conceição, Tiago Giora, Tula Anagnostopoulos e Vania Sommermeyer.

Exposição Pequenos Formatos - Atelier Subterrânea
Abertura: 7 de maio, quinta-feira, às 19h
Sorteio de 23 obras doadas na abertura às 22h, números a R$5.
Conversa com artistas: 9 de maio, sábado, às 16h
Encerramento: 6 de junho de 2009
Visitação de segunda a sábado, das 14h às 19h


Luiz Roque: Filmes Mostra Passada

A mostra "Luiz Roque: Filmes", que abre dia 17 de abril, às 19h, no Atelier Subterrânea apresenta três trabalhos recentes em filme Super8 e 16mm do artista gaúcho Luiz Roque.
Finalizados em vídeo digital, os trabalhos flertam com gêneros cinematográficos com humor e ironia.

Vídeo-instalação "Luiz Roque: Filmes"
Evento público de abertura: 17 de abril, sexta-feira, às 19h a festa continua no Aquavit Bar a partir das 22h30min (R. da República, 552 - Porto Alegre)
Sorteio de obra doada pelo artista na abertura, às 21h30min

Conversa com artista: 22 de abril, quarta-feira, às 19h
Evento de encerramento: 24 de abril, sexta-feira, às 19h, com o Dj Leo Felipe
Local: Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsol - Porto Alegre)
Visitação: de 18 a 24 de abril, das 14h às 19h.

Pele de Boneca Exposição de Lia Menna Barreto

A exposição "Pele de Boneca", da artista Lia Menna Barreto, abre o ano de 2009 no Atelier Subterrânea (Av.Independência, 745/subsolo). A mostra comemora os 25 anos de produção da artista tendo como suporte bonecas. Ao recortar as cabeças de bonecas e transformá-las em tiras, a artista planifica esses volumes, dando a ver o interior e o exterior dessas peles.

Quando penduradas, lado a lado, essas tiras formam um malha texturada, em que o espectador é convidado a ingressar. A abertura da mostra será dia 12 de março, quinta-feira, às 19h. Haverá sorteio da obra "Tira de sapos" (4,8 m), doada pela artista, às 21h30min. Os números estarão à venda no local por 5 reais, a partir das 19h. A conversa com o artista será no dia 28 de março, sábado, às 16h (mediação de Maria Helena Bernardes).Mais informações: www.subterranea.art.br

Abertura: 12 de março, quinta-feira, às 19h
Encerramento: 10 de abril de 2008
Conversa com artista (mediação Maria Helena Bernardes): 28 de março, sábado, às 16h

Confira a apreciação de Maria Helena Bernardes, além de outras informações.

Bando de Barro INVADE Mostra Encerrada

A exposição Bando de Barro Invade, que abre no dia 20 de novembro, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), faz parte de um projeto mais amplo de exposições paralelas que se estende por outros cinco espaços culturais de Porto Alegre (Fundação Ecarta - Studio Clio - Galeria de MArte - Palavraria - Koralle). Este projeto tem por objetivo divulgar a produção contemporânea de cerâmica da cidade.

Adriana Dacache, Ana Flores, Antônio Augusto Bueno, Carusto Camargo, Lucila Ramos, Nico Giuliano e Rodrigo Núñes são os artistas que participam desta mostra na Subterrânea, todos eles alunos ou professores do Instituto de Artes da UFRGS. Nesta mostra destaca-se a diversidade de técnicas e modos de apresentação das obras. Na noite de abertura, haverá sorteio das seis obras doadas pelos artistas às 21h30min. No dia 29 de novembro, sábado, será realizada a conversa com os artistas às 16h no Atelier Subterrânea.

O QUÊ: Exposição Coletiva Bando de Barro Invade
ABERTURA: quinta-feira, 20 de novembro de 2008, às 19h
SORTEIO de obras na abertura às 21h30min
CONVERSA COM OS ARTISTAS: sábado, 29 de novembro, às 16h
LOCAL: Atelier Subterrânea – Av. Independência, 745 / subsolo
VISITAÇÃO: de 21 denovembro a 19 de dezembro

» Pdf com apreciação de Ana Zavadil

Exposição Plano Experimento Exposição Passada

A exposição Plano Experimento reúne os artistas MARCOS SARI e ADAUANY ZIMOVSKI, ambos interessados na questão da superfície na arte e todas as suas repercussões. Este é o ponto de partida para algumas afirmações e outras interrogações que se estendem aos trabalhos que serão apresentados no Atelier Subterrânea, em Porto Alegre. Marcos Sari e Adauany Zimovski farão algumas intervenções no espaço, além de expor seus trabalhos em desenho.


O QUÊ: Exposição Plano Experimento
PERÍODO: de 17 de outubro a 14 de novembro 2008
CONVERSA COM OS ARTISTAS: sábado, 25 de outubro, às 16h
LOCAL: Atelier Subterrânea – Av. Independência, 745 / subsolo


» Pdf com apreciação crítica de Rommulo Conceição

Microvariações sobre um tema – Rogério Livi Exposição Passada

Na exposição Microvariações sobre um tema, que abre dia 11 de setembro, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), o artista Rogério Livi exibe desenhos que projetam e registram eventos fugazes. Com instrumentos simples como bolhas de sabão, tinta, canudo e papel, o artista constrói com paciência estruturas delicadas que repentinamente estouram e imprimem no plano o inusitado. A partir desses resíduos gráficos, uma coleção de desenhos vai sendo composta, provocando o olhar do espectador a vestir lentes para observar de perto as sutilezas do (micro)cosmo. Ainda na abertura da exposição, haverá sorteio de obras doadas pelo artista às 21h. Os números estarão à venda no local por 5 reais, a partir das 19h. A conversa com o artista será no dia 27 de setembro, sábado, às 16h30min, no Atelier Subterrânea.


» apreciação de Hélio Fervenza e mais informações

ainda onda – Edith Derdyk Exposição Passada

Na instalação ainda onda a artista paulistana Edith Derdyk apresenta, no Atelier Subterrânea, uma zona de combate silencioso entre o livro de parede se o mar inteiro e a série de fotos ainda onda. Procedimentos de acúmulo e repetição criam linhas imaginárias em trânsito que deslocam os sentidos da folha de papel em branco. Da tensão das pilhas de papel suspensas na parede por parafusos oxidados, surgem pequenas vagas onduladas, resultantes de uma escritura cega. Versos atravessam o pensamento e inscrevem-se sobre o papel, num (re)fluxo de (des)aparições que formam uma massa gráfica negra.

Local: Atelier Subterrânea – Av. Independência, 745/Subsolo, Porto Alegre/RS
Encerramento: 5 de setembro de 2008

» apreciação de Eduardo Veras e mais informações

PF 2008 Subterrânea Mostra Passada

O Atelier Subterrânea abre o ano de 2008 com uma exposição coletiva que reúne trabalhos de 21 artistas. A mostra, que abre quarta-feira, dia 14 de maio, às 19h, contará com a presença de artistas jovens e consagrados. Entre os convidados estão: Adauany Zimovski, Ana Flores, Antônio Augusto Bueno, Cildo Meireles, Clarissa Cestari, Cláudia Barbisan, Daniel Acosta, Daniel Senise, Frantz, Gabriel Netto, Guilherme Dable, Ivan Henriques, James Zortéa, Letícia Cardoso, Lilian Maus, Marília Bianchini, Nathalia García, Nelson Felix, Nelson Magalhães, Rochele Zandavalli e Túlio Pinto. A proposta é reunir artistas de diversas regiões do país em prol de uma iniciativa comum: apoiar a Subterrânea a manter-se como espaço independente e de portas abertas ao trânsito e diálogo de pessoas interessadas em arte.

Sorteio - No evento, cada artista está representado por duas obras: uma delas integra a exposição, enquanto a outra, doada ao espaço, será sorteada no dia da abertura. A renda do sorteio dos 21 trabalhos doados será destinada à manutenção do espaço e de projetos artísticos promovidos pela Subterrânea.

Veja as obras que serão sorteadas clicando sobre as imagens ao lado.

Os bilhetes numerados encontram-se à venda por 5 reais na Koralle (Av. José Bonifácio n° 95) ou pelo email ateliersubterranea@gmail.com. Também estarão disponíveis no dia da abertura da exposição, a partir das 19h, no local. O sorteio será realizado às 22h.

Abertura: 14 de maio, quarta-feira, às 19h
Sorteio de obras na abertura, a partir das 22h
Local: Av. Independência, 745/Subsolo – Porto Alegre
Encerramento: 28 de junho de 2008
Visitação: de segunda a sábado, das 14h às 19h

» Pdf com apreciação de Profa. Dra. Maria Ivone dos Santos

Superposição – Ivan Henriques Mostra Passada

Na mostra “Superposição”, que abre dia 21 de novembro, quarta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), o artista carioca Ivan Henriques apresenta suas performances em vídeo e também seus desenhos. O artista trabalha com a superposição do registro de ações cotidianas, em que o simples ato de sentar e levantar pode suscitar a memória dos gestos do corpo, além de permitir a percepção das camadas de tempo do vídeo. Ivan Henriques provoca a vertigem do olhar do espectador ao gravar, em tempo presente, uma situação performática e, em seguida, reprojetá-la como um plano de fundo para uma nova ação. Este processo de captura de imagens + posterior projeção + nova gravação em vídeo é realizado até que a performance alcance seu término. Os desenhos apresentados registram também as ações do performer e os seus vestígios.

Conversa com Ivan Henriques - No dia 24 de novembro, sábado, às 16h, o Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo) convida o público para uma conversa aberta sobre o processo de criação do artista carioca Ivan Henriques, ganhador este ano da Bolsa de Residência para Artistas em Arkeshus/Noruega e destaque, no ano passado, da Revista Virtual da Fundação Iberê Camargo.

Diários e Livros de Artista Mostra Passada

A exposição coletiva Diários e Livros de Artista abre na próxima quarta-feira, dia 10 de outubro, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo). Vinte artistas participam desta mostra, que integra a Subterrânea no circuito da Bienal B.
O projeto reune: Anico Herskovitz, Ali Khodr, Camila Mello, Dion, Edurado Guspe, Fábio Zimbres, Gerson Reichert, Guilherme Dable, Gustavo Gripe, Jamaikah, Laura Soro, Leonel Cunha, Lia Braga, Lidia Brancher, Luciana Brum, Nina Moraes, Mateus Grimm, Maria Helena Bernardes, Pedro Gutierres e o Trampo.
Os artistas, nos seus diários e livros-objetos, utilizam-se dos vestígios do tempo e da percepção de experiências cotidianas para lançar questões sobre memória e identidade no exercício poético.
Ainda na abertura, haverá um sorteio das obras doadas às 21h30. Os números estarão à venda por 5 reais. Durante o mês de outubro, será ministrada também uma oficina sobre a produção de diários e livros de artista no Atelier Subterrânea.

Percursos - Artistas da Subterrânea Mostra Passada

Na exposição Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), que abre dia 13 de setembro, quinta-feira, às 19h, os artistas Adauany Zimovsky, Antônio Augusto, Gabriel Netto, Guilherme Dable, James Zortéa, Lilian Maus, Luciano Zanetti e Túlio Pinto, que integram o ateliê, convidam o visitante a acompanhar os seus processos de criação e apreciar suas obras. Esta é a primeira vez que os artistas expõe todos juntos e como diz um deles: “talvez a única certeza é de que teremos um ponto de partida vindo de cada um como esboço de um projeto e que, depois, este sofrerá contaminação das vizinhanças dentro do atelier”. A exposição marca o convívio do grupo em prol de uma necessidade comum: produzir arte, socializá-la e ampliar os seus espaços. O evento está inserido em um circuito paralelo à 6ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul denominado Percursos, um projeto multidisciplinar que reune diversos artistas distribuídos em 13 intervenções urbanas.
» Mais informações

Humboldt revista por Gerson Reichert Mostra Passada

Na mostra “Humboldt Revista”, que abre dia 9 de agosto, quinta-feira, às 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745/Subsolo), o artista Gerson Reichert apodera-se das revistas Humboldt (distribuídas pelo Instituto Goethe) para fazer verter delas a sua pintura.
Gerson Reichert apropria-se desse veículo de comunicação com pinceladas espessas de tinta a óleo, acrílica, pigmentos diversos e caneta hidrocor. O artista rompe o fluxo de leitura corrente do espectador das revistas pintadas. Textos e imagens são sobrepostos nesse diálogo sobre as páginas da revista Humboldt, em que o artista explora novas narrativas e ressignifica a sua pintura.
» Mais informações

Deslocamento, Trajeto e Percurso Mostra Passada

Na abertura da sua mostra individual Deslocamento, Trajeto e Percurso, o artista Leandro Machado comandará uma performance sonora dia 11 de julho, quarta-feira, a partir das 19h, no Atelier Subterrânea (Av. Independência, 745). Esta performance será realizada junto à sua produção recente em artes visuais. A exibição contará com pinturas, fotografias, desenhos e costuras, confeccionadas a partir de materiais recolhidos nas suas andanças pela região metropolitana de Porto Alegre. Embalagens usadas de pão, notas velhas de supermercado, guarda-chuvas abandonados ou anúncios publicitários descartados são o suporte do processo de criação do artista. Leandro Machado ressignifica esses materiais sob o olhar atento de quem revela sua intimidade num tom irônico, partindo da observação dos ruídos da vida urbana.
» Mais informações

Exposição: Pequenos Desenhos Mostra Passada

Pequenos Desenhos é uma ação promovida por oito jovens artistas que integram o Atelier Subterrânea: Antônio Augusto Bueno, Gabriel Netto, Guilherme Dable, Gustavo Pflugseder, James Zortéa, Lilian Maus, Rodrigo Lourenço e Túlio Pinto. Durante a exposição, que abrirá às 19h do dia 14 de junho (quinta-feira), na Av. Independência , 745, estarão reunidos trabalhos de trinta e sete artistas que transitam pelo desenho. Entre os convidados estão jovens artistas, como Luciano Zanette, artistas de trajetória reconhecida, como Teresa Poester, ou ainda os que praticam a street art, como Bruno 9li. O fio condutor dos trabalhos é a pesquisa constante de meios e processos. Graças ao apoio de todos, um pequeno recorte da produção contemporânea local foi traçado. Este panorama de desenhos é composto por trinta e sete trabalhos, com os quais os artistas convidados demonstram apoiar a proposta do Atelier Subterrânea: ser um espaço de trânsito e diálogo entre os artistas e as pessoas interessadas em arte.

Gravuras de Rodrigo Lourenço Mostra Passada

Rodrigo Lourenço propõe a multiplicação como alternativa à perecibilidade e como instrumento promotor da existência e da permanência. Fixação de pôsteres, impressos a partir de três matrizes de xilogravura e serigrafia, em locais públicos e privados, na cidade do Recife e São Paulo e Porto Alegre, que agora são apresentados dentro do espaço expositivo da Subterrânea.